Cresce interesse por financiamento estudantil

Não é de espantar que muitos estudantes que desejam ser financiados pelo FIES ainda não sabem como ele funciona e quais as novas regras FIES 2020. Para os interessados no financiamento é importante ficar atento já que algumas regras são atualizadas ou adaptadas ao longo dos anos. Conheça as novas regras FIES 2020 a seguir!

Novas Regras FIES 2020

Desenvolvido pelo Governo Federal o FIES possibilita que milhares de jovens continuem tendo acesso ao ensino superior mesmo não tendo condições de pagar. Ou seja, esse programa é destinado para aquelas pessoas sem condições financeiras de continuar pagando seu curso que já está em andamento.

Desde a sua criação, o FIES vem oferecendo aos milhares de jovens de todo Brasil a oportunidade de concluírem sua graduação, sem dor de cabeça e sem medo de parar na metade.

Para realizar a inscrição do FIES, é importante saber as novas regras FIES 2020 e quem pode realizar a inscrição e concorrer ao financiamento, já que nem todas as pessoas que se candidatam, garantem um vaga, já que é necessário está dentro dos requisitos exigidos pelo MEC.

Como funciona o Financiamento de acordo com novas regras FIES 2020

Além de saber as novas regras FIES 2020 é preciso antes de antes de tudo, saber como ele funciona e vamos descobrir agora.

O FIES funciona da seguinte forma: o programa é disponível todos os Brasileiros que se enquadram nas novas regras FIES 2020, que vamos saber daqui a pouco. A vagas que são oferecidas pelo financiamento são limitadas, por isso, são necessárias as regras impostas pelo governo.

Ao longo do curso o estudante financiado pelo programa é necessário pagar a cada trimestre um valor de R$ 150,00 e nada mais. Ao ter seu curso finalizado ele passa 18 meses pagando a taxa de R$ 150,00.

Após o prazo de 18 meses ele começa a devolver para o governo todas as mensalidades que foram pagas, tendo um prazo 3 vezes maior que a duração do seu curso para realizar toda a devolução. Ou seja, caso o seu curso seja de 4 anos, você tem 12 anos para realizar o pagamento integral do valor investido em você.

Quais são as Novas Regras FIES 2020?

As novas regras FIES 2020 ainda não foram atualizadas pelo Governo Federal, sendo assim, as regras que estão em vigor é a do ano vigente, e é importante ficar atento, já que as regras não são modificadas todos os anos.

Taxa de Juros

Existe uma taxa de juros no valor de 6,5% ao ano, e essa taxa é acrescentada todos os anos ao que é pago pelo aluno no final do seu curso. Ao longo dos anos essa taxa foi se adaptando: aumentando e diminuindo, e atualmente ela é de 6,5%.

Renda Familiar Mensal

Atualmente, a renda bruta mensal em que o aluno pode participar é de até 3 salários mínimos por pessoa (renda per capita).

Prioridade de cursos

O FIES prioriza para participação do seu financiamento alunos que irão estudar em cursos de 3 áreas, que para o Governo Federal é necessário para o desenvolvimento do país. São eles: área de saúde, formação de professores e todas as engenharias.

Notas do ENEM

O aluno precisa ter obtido em uma das provas do ENEM a média de no mínimo 450 pontos.

Edição do ENEM

Para o aluno poder participar do FIES é preciso ter participado de uma das edições do ENEM a partir do ano de 2010.

FIES x ProUni

Para aqueles alunos que tem bolsa integral (100%) no ProUni não é possível participar do financiamento. Para aqueles que possuem bolsa parcial (50%) no ProUni é possível solicitar o financiamento do FIES 2020 para completar o pagamento das mensalidades.

Para saber mais informações sobre as inscrições acesse.

Para mais informações, atualizaremos em breve.

Continue Reading →

Objetivos do Exame do INEP na vida do estudante

O Exame Nacional do Ensino Médio organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) é realizado desde o ano de 1998, e tem como objetivo principal analisar e avaliar o desempenho de alunos ao final de seus cursos de educação básica, desta forma é possível trabalhar em melhorias para o nível de escolaridade destes alunos, além disso, o Enem 2020 também atua como uma seleção para cursos de nível superior.

Através do Enem 2019 o estudante poderá ter acesso a vagas em cursos superiores oferecidas por diversas universidades, lembrando que a universidade que utiliza o Enem para seleção de alunos tem total autonomia para utilização dos resultados, ou seja, poderá combina-lo com seus próprios processos seletivos e vestibulares, além disso, os resultados do Exame também são utilizados em programas do Governo Federal como o Prouni.

As provas do Enem 2020 irão ser aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro de 2020, sendo que no primeiro dia o serão abordados temas como ciências humanas e da natureza, neste dia as provas tem início as 13h e a hora limite para entrega das provas é 17h30, no segundo dia de provas serão abordados os temas linguagens e matemática, além da prova de redação, para este dia o horário de início é 13h e o termino se dá as 18h30, lembrando que este horário é o oficial de Brasília, por isso, cuidado caso seu estado tenha diferenças de horário.

De acordo com o Edital, o Gabarito Enem 2020 será divulgado no terceiro dia útil após a realização da prova, ou seja, a partir do dia 07 de novembro, todas as informações serão divulgadas no próprio site do Inep, que conta com um portal exclusivo para divulgação de dados do Enem, abaixo você tem acesso a link com este site e a divulgação do gabarito e dos resultados, fique atento ao modelo de seu caderno, pois existem diferentes cores, não se confunda na hora da consulta do gabarito.

Continue Reading →

Especialistas apontam livros de estudo para o Encceja 2020

O Encceja, ou Exame Nacional para Certificação de Competências de jovens e Adultos, oferece oportunidades para jovens que não tenham concluído o ensino fundamental. O exame é uma forma de avaliar mediando às competências e habilidades de jovens e adultos, morando no Brasil e no exterior, em nível de conclusão do Ensino Fundamental. É importante saber que é opcional a adesão ao Encceja 2020 pelas secretarias de Educação (dos Estados, Distrito Federal e municípios)

Esta adesão é efetivada, formalmente, pela manifestação de interesse e posterior assinatura de Termo de Compromisso de Cooperação Técnica e/ou Convênio enviado pelo Inep.

Confira a baixo o livro de estudos, você pode fazer o download do arquivo no site. (o arquivo vem no formato PDF)

  • Livro do Estudante (Ensino Fundamental)
  • Ciências
  • História e Geografia
  • Língua Portuguesa
  • Matemática

Livro do Estudante (Ensino Médio)

  • Ciências Naturais
  • Linguagens e Códigos
  • Matemática

Livro Introdutório

  • Livro Introdutório

Livro do Professor

  • História e Geografia
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Língua Portuguesa, Língua Estrangeira,
  • Educação Artística e Educação Física
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Matemática
  • Matemática e suas Tecnologias.

Certificação de conclusão de estudos poderá ser obtida através do ENCCEJA

O Enem – Exame Nacional do Ensino Médio vai poder servir como certificação de conclusão do Ensino Médio, que está sendo substituído pelo antigo Supletivo. Agora o resultado ENCCEJA 2020 é somente usado para certificação do Ensino Fundamental e o Enem para o Ensino Médio.

Só receberá o certificado quem tiver a idade de 18 anos para quem estiver interessado vão ter que se inscrever para o Enem e realizar as provas juntamente com os outros estudantes, o boletim com o desempenho do exame do candidato deverá ser levado á secretaria de educação para o reconhecimento (o boletim é entregue via correio).

As inscrições para o supletivo de 2020 para o ensino médio já foram abertas que ocorreu no dia 03 a 17 de novembro gratuitamente.

Para mais informações sobre os supletivos de ensino médio para 2020 acesse o seguinte site: www.educacao.sp.gov.br. Aproveite!

Continue Reading →

Diploma universitário que possibilite uma carreira de sucesso

Obter um diploma universitário que possibilite uma carreira de sucesso é um sonho que já foi acessível somente para poucos afortunados. E por mais que as pessoas tivessem esta oportunidade, o governo federal acabou criando o FIES, para facilitar os estudos de pessoas mais pobres, um programa de financiamento voltado para alunos de graduação matriculados nos cursos presenciais de instituições pagas.

O sistema há alguns dias foi aberto pelo MEC para a solicitação de inclusão de bolsa, haverá em breve alterações nas regras, mas é interessante se preparar com as regras atuais, que exigem diversos documentos e contam com prazos rígidos a serem respeitados.

Quem tem direito de participar do FIES 2020 no formato atual?

Como requisitos para participar do Fies é necessário levar em conta alguns pontos, como por exemplo:

  • Renda familiar bruta, antes de descontos com impostos per capita máxima que deverá ser e três salários mínimos.

Os estudantes precisam ter feito o Enem de 2010 em diante, e obtido uma nota mínima de 450 pontos e não pode zerar a redação. Os alunos não podem ter um diploma de ensino superior, e além disto deverão estar com a matrícula regular junto da instituição de ensino.

Os estudantes não podem ser beneficiados pelo Prouni, e a instituição a qual estiver matriculado precisa ser de participantes do Fies, além de contar com uma avaliação positiva no programa do MEC. As informações completas das faculdades que estão habilitadas no site do programa podem ser visualizadas através do site http://sisfiesportal.mec.gov.br/.

Como realizar a inscrição no FIES 2020?

Se você é um candidato que se encaixa em critérios do Fies, é a hora de realizar a sua inscrição através do FIES 2020. Para se inscrever o processo é simples, você precisa inicialmente acessar o portal do Sistema de Seleção do Fies – FIES Seleção seguindo um passo a passo para realizar seu cadastramento. Além de contar com seus documentos pessoais em mãos, o CPF, data de nascimento e endereço de e-mail válido.

Logo em seguida, você deverá contar com cinco dias corridos, ou seja, os finais de semana e feriados que também contam, para acessar o portal do SisFIES e informar os dados de seu financiamento. Existe uma recomendação para não deixar para a última hora, já que você poderá ir atrás de alguma informação e o prazo das inscrições pode ficar comprometido.

Procure também validar as informações em sua instituição de ensino. Solicite informações através da comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento a CPSA. Todas as instituições participantes do FIES são obrigadas a contar com uma CPSA e é ela quem irá fazer esta validação, mais uma vez, procure ter atenção para os prazos o que nesta situação é de dez dias após a inscrição pelo sistema. Neste momento é necessário ainda decidir se irá fazer seu financiamento através do Banco do Brasil ou pela Caixa, determinando que tipo de agência irá utilizar.

Assim que suas informações forem validadas, procure se dirigir a agência escolhida e faça a contratação deste financiamento.

Alguns documentos necessários para se inscrever

Documento de regularidade de inscrição emitido pela comissão permanente de supervisão e acompanhamento do FIES. O termo de concessão ou atualização de usufruto de bolsa parcial do ProUni quando este for o caso, além de documentos de identificação. CPF próprio, se for menor de 18 anos de idade, e não emancipado, além de CPF de seu representante legal.

Caso seja casado, procure pela certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, bem como comprovante de residência. Se sua renda familiar bruta per capita for maior do que um salário mínimo, é necessário ter um ou mais fiadores, esta será a garantia do seu empréstimo. Confira as regras completas através do portal do Fies http://fiesselecao.mec.gov.br/.

Continue Reading →

Expectativa em relação ao exame nacional do ensino médio

Inscrição Enem 2020 – Existe muita expectativa com relação à publicação do edital de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020) que deve ser publicado em maio. O edital traz todas as informações que o aluno precisa saber para fazer sua inscrição.

Na última edição, cerca de 9 milhões de alunos participaram do exame. O edital anterior foi publicado no início de maio e a prova foi em novembro. A expectativa é que o cronograma deste ano seja parecido com o do ano passado.

Conforme o cronograma dos últimos anos, em maio deve ser publicado o edital com toda a informação sobre a inscrição Enem 2020 e data das provas. Na última edição, estas ocorreram nos dias 8 e 9 de novembro. As provas são realizadas em todos os Estados da Federação e Distrito Federal.

edital Enem 2020 deve ser publicado no site do INEP para você poder acessar para imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU Simples). O valor da inscrição será no valor de R$ 35,00.

Isenção da Inscrição ENEM

No ato da inscrição Enem INEP, no site ainda a ser divulgado, você deve escolher a opção Declaração de Carência Socioeconômica. Para evitar erros, siga as indicações que serão publicadas no edital.

Cartão de Confirmação

O Cartão de Confirmação Enem contém todas as informações do participante do Enem 2020 e será enviado pelos Correios para o endereço informado no ato do ENEM 2020 inscrições. Também estará disponível eletronicamente, em endereço ainda a ser divulgado pelo edital.

Enem INEP

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) criado em 1998 tem por objetivo avaliar o desempenho do estudante de educação básica afim de contribuir para a melhoria da sua qualidade.

Para o acesso ao ensino superior, o resultado Enem 2020 pode ser usado em uma única fase de seleção ou podem ser combinados com os processos seletivos das universidades.

O Enem 2020 INEP também é a porta de entrada para os programas oferecidos pelo Governo Federal, como:

  • Programa Universidade para Todos (ProUni);
  • Ciências sem Fronteiras;
  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu);
  • Sistema de Seleção Unificada de Educação Professional e Tecnológica (Sisutec);
  • Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Continue Reading →

Quanto ganho um advogado

Para se tornar advogado é necessário um bacharel de direito e ser aprovado na prova da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB. A prova da OAB é conhecida pelo elevado grau de dificuldade, que reprova grandes quantidades de pretensos a advogados por ano. Essa prova aplicada três vezes por ano e é composta de questões teóricas eliminatórias e práticas.

Uma vez aprovado pela OAB, o advogado pode trabalhar defendendo clientes em ordens civis, penais ou trabalhistas. Na área jurídica para empresas ou em escritórios particulares. Porém boa parte resolve ingressar em carreira pública.

De acordo a sua especialização o advogado pode estra inserido em qualquer uma destas áreas: Assessor Jurídico. Consultor Jurídico. Procurador Jurídico. Auditor Jurídico. Planejamento Ensino Controlador Jurídico.

O mercado de trabalho para advogados está sempre aquecido e com grande procura. Na carreira publica o setor mais em alta é o atendimento da população carente. Um estudo feito pela consultoria Michael Page para o setor jurídico mostra que os salários de um advogado júnior podem variar entre dois mil e quatro mil reais. O que influencia nesta diferença é o local onde está inserido, seja empresa ou nível de região do país.

E claro, a área de especialização. No Rio de Janeiro o sindicato de advogados assegura o salario mínimo de dois mil e trezentos por exemplo. Isto para quem trabalha oito horas diárias ou quarenta horas semanais. Já no Distrito Federal esse valor é de três mil para o mesmo período de trabalho. Também no Distrito Federal paga-se dois mil reais para trabalhar quatro horas diárias. Existe também uma tabela de salários dos advogados.

Essa tabela não serve para base de salário mínimo, porém mostrar a média salarial de diversas áreas e o nível do advogado. De acordo essa tabela, um advogado trabalhista tem a média de dois mil e quinhentos reais mensais nos primeiros três anos exercendo a função. Essa média sobe para três mil com quatro a sete anos. E para quatro e quinhentos a dez mil com sete anos ou mais. Ainda de acordo essa tabela o advogado que mais recebe bem é o do setor empresarial, podendo chegar a receber até vinte mil por mês em nível de advogado sênior.

Você pode acessar a tabela salarial. Esses períodos de tempo equivalem a: Júnior= Um a três anos exercendo a função; Pleno= Quatro a sete anos na função; Sênior= Sete anos ou mais de advocacia.

Continue Reading →