Saiba quais são os impostos a serem pagos anualmente pelos proprietários de veículos

O IPVA 2021 é uma sigla atribuída ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, sendo um dos impostos a serem pagos anualmente pelos proprietários de veículos em todo o território brasileiro.

O IPVA RS é um valor que deve ser pago todos os anos, e o cálculo varia conforme o modelo do veículo e o próprio valor de caráter venal do mesmo. A responsabilidade em cima desse valor é do próprio DETRAN do estado do Rio Grande do Sul, assim como também da Secretaria do estado da Fazenda. Confira as principais informações envolvendo o IPVA 2021 Rio Grande do Sul.

Consulta IPVA 2021 RS

No momento de realizar o pagamento IPVA RS, cada veículo possui uma data diferenciada para a quitação, já que os recebimentos ocorrem em datas alternadas.

Assim, para fazer consulta IPVA 2021 RS, é necessário entrar no site da própria secretaria do estado, já que o site conta com uma tabela com todos os veículos, seus modelos e anos, e o valor e data que deverá ser pago para cada um deles.

Vale ainda lembrar que os veículos que foram adquiridos no Rio Grande do Sul, no ano de 2020, seguem o primeiro ano de uso do carro isentos do pagamento da taxa do IPVA, começando a pagá-la somente em 2021.

Tabela e Pagamento IPVA 2021 RS

Para realizar a consulta da tabela IPVA 2021 RS com todos os vencimentos, como já dito anteriormente, é necessário entrar no site do Detran Rio Grande do Sul.

Para os indivíduos que realizam o pagamento IPVA 2021 RS ainda no começo do ano, na primeira data disposta na tabela, eles podem contar com o desconto de 5% para o pagamento à vista. Na segunda data, contam com desconto de 3%. E, a partir da terceira data, é possível escolher entre realizar o pagamento em uma só parcela sem desconto ou, então, em três parcelas.

A tabela varia conforme o seu veículo, o ano e o próprio modelo comprado. O pagamento é realizado conforme o final da placa do carro, sendo possível realizá-lo em apenas uma vez ou, então, em até três parcelas mensais. Assim, basta imprimir o seu boleto no site e realizar o pagamento em agências bancárias ou lotéricas do seu estado.

Continue Reading →

Instituto Nacional do Seguro Social

A Tabela INSS 2021 permite auxiliar os contribuintes do INSS. Pelo documento é possível saber a data para o saque. Todo usuário que deseja sacar o benefício precisa ter conhecimento da Tabela INSS 2021. Veja abaixo como fazer a consulta!

INSS 2021

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o responsável em fazer o pagamento das aposentadorias. Todos os cidadãos brasileiros que efetuaram a contribuição para Previdência Social têm direito ao benefício.

Com a Previdência Social o cidadão pode garantir a aposentadoria ao contribuinte. Ou seja, mesmo que ele pare de trabalhar ele vai garantir o benefício.

Neste período o cidadão tem o recebimento do benefício mensal e auxílio doença. Os principais benefícios são:

  • 13º salário;
  • Salário família;
  • Auxílio-acidente;
  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Reabilitação profissional;
  • Salário maternidade;
  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por idade e invalidez;
  • Outros.

Direito ao INSS

Para saber sobre a Tabela INSS 2021 é necessário saber quais cidadãos tem direito ao benefício. Veja a seguir quais são:

Empregados, empregados domésticos, trabalhadores avulsos, contribuintes individuais, segurados especiais e segurados facultativos têm direito a aposentadoria;

Hoje a regra para idade é 65 anos para homens e 60 anos para mulheres;

Para aposentar por tempo de contribuição são 30 anos de contribuição para mulheres e 35 anos de contribuição para homens.

Para trabalhadores rurais a regra é 60 anos para homens e 55 para mulheres.

Valor do INSS 2021

A Tabela INSS 2021 recebe reajuste todos os anos. O intuito é garantir que o cidadão receba uma melhor faixa de contribuição.

Todo o valor é definido pelo Governo e normalmente é apresentado próximo do final do ano. O órgão tem como responsabilidade fazer uma média para saber sobre os lucros e gastos.

Para 2021 ainda não existe detalhes sobre os valores. Entretanto, o cidadão pode acompanhar o artigo. Caso saia qualquer atualizar vamos inserir no texto.

Tabela INSS 2021

A Tabela INSS 2021 permite que os contribuintes consigam efetuar o cálculo da contribuição. Pelo documento é mais fácil saber qual é a quantia do valor recebido.

Para ter conhecimento veja abaixo a tabela para empregado CLT, empregado doméstico e trabalhador avulso:

Tabela INSS 2021 para Segurado Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.659,38 8%
de 1.659,39 até 2.765,66 9%
de 2.765,67 até 5.531,31 11%
Tabela INSS 2021 para Contribuinte Individual e Facultativo
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) Alíquota Valor
R$ 937,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 46,85
R$ 937,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 103,07
R$ 937,00 até R$ 5.531,31 20% Entre R$ 187,40 (salário mínimo) e R$ 1.106,26 (teto)

Calendário de Pagamento Tabela INSS 2021

Pelo calendário é possível que o beneficiário consulte as datas para recebimento dos benefícios. O documento reúne todas as informações de forma clara.

Para saber qual a data de pagamento da Tabela INSS 2021, verifique o item a seguir:

Para benefícios até 01 salário mínimo:

1 20/12 25/01 22/02 23/03 24/04 24/05 25/06 25/07 27/08 24/09 25/10 26/11 20/12
2 21/12 26/01 23/02 26/03 25/04 25/05 26/06 26/07 28/08 25/09 26/10 27/11 21/12
3 26/12 29/01 26/02 27/03 26/04 28/05 27/06 27/07 29/08 26/09 29/10 28/11 26/12
4 27/12 30/01 27/02 28/03 27/04 29/05 28/06 30/07 30/08 27/09 30/10 29/11 27/12
5 28/12 31/01 28/02 29/03 30/04 30/05 29/06 31/07 31/08 28/09 31/10 30/11 28/12
6 02/01 01/02 01/03 02/04 02/05 01/06 02/07 01/08 03/09 01/10 01/11 03/12 02/01
7 03/01 02/02 02/03 03/04 03/05 04/06 03/07 02/08 04/09 02/10 05/11 04/12 03/01
8 04/01 05/02 05/03 04/04 04/05 05/06 04/07 03/08 05/09 03/10 06/11 05/12 04/01
9 05/01 06/02 06/03 05/04 07/05 06/06 05/07 06/08 06/09 04/10 07/11 06/12 07/01
0 08/01 07/02 07/03 06/04 08/05 07/06 06/07 07/08 10/09 05/10 08/11 07/12 08/01

Para benefícios acima de 01 salário mínimo:

  1 e 6 02/01 01/02 01/03 02/04 02/05 01/06 02/07 01/08 03/09 01/10 01/11 03/12 02/01
2 e 7 03/01 02/02 02/03 03/04 03/05 04/06 03/07 02/08 04/09 02/10 05/11 04/12 03/01
3 e 8 04/01 05/02 05/03 04/04 04/05 05/06 04/07 03/08 05/09 03/10 06/11 05/12 04/01
4 e 9 05/01 06/02 06/03 05/04 07/05 06/06 05/07 06/08 06/09 04/10 07/11 06/12 07/01
5 e 0 08/01 07/02 07/03 06/04 08/05 07/06 06/07 07/08 10/09 05/10 08/11 07/12 08/11

Consulta INSS 2021

Além da Tabela INSS 2021 o contribuinte pode fazer a consulta através da página oficial. O acesso pode ser feito no site oficial. Em poucas etapas é possível conferir as informações. Acompanhe como fazer:

  • Acesse o site do INSS, entre aqui;
  • Preencha o número do seu benefício;
  • Digite sua data de nascimento;
  • Digite seu nome completo;
  • Digite seu CPF
  • Complete o código da imagem, por segurança;
  • Clique no botão visualizar, no final da página.

Contato INSS

Caso fique alguma dúvida sobre Tabela INSS 2021 utilize o telefone a seguir:

Continue Reading →

Como realizar o recadastramento do Bolsa Família

Bolsa Família 2021 é um programa direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. Quem já recebe o benefício precisa fazer o Recadastramento Bolsa Família 2021 para que continue recebendo o valor pago pelo programa.

O recadastramento Bolsa Família 2021, que é obrigatório, é apenas uma atualização de dados pessoais e sociais de todos os participantes desse programa social. Com a atualização, é possível saber quem pode entrar ou sair do programa.

Nas próximas linhas deste artigo, você saberá para que serve e como realizar o recadastramento Bolsa Família 2021. Confira!

Recadastramento Bolsa Família 2021

As famílias com mais de dois anos sem nenhuma atualização no Cadastro Único, tendo como base o final do ano anterior precisam fazer o Recadastramento Bolsa Família 2021.

O recadastramento é extremamente importante, pois com a atualização, se uma família pedir o desligamento voluntário do programa, após melhorar as condições de vida, a família passa a fazer parte de uma espécie de cadastro positivo.

Nesses casos, a família conta com o Retorno Garantido. Num prazo de 36 meses após o desligamento voluntário e caso se enquadre novamente nos critérios do programa, poderá voltar a receber Bolsa Família sem passar por novo processo de seleção.

O governo sempre informa se uma família precisa fazer o recadastramento. As famílias, normalmente, recebem a convocação através de cartas ou mensagens.

Há dois processos específicos que ocorrem todos os anos e que convocam grupos de famílias para atualizarem as informações cadastrais: a Revisão Cadastral e a Averiguação Cadastral.

Quem não cumpre os prazos desse processo ou sai dos critérios do programa é desligado do Bolsa Família.

O recadastramento é obrigatório para todos os beneficiários, como já foi mencionado, e deve ser feito de acordo com a data estipulada pelo Governo.

Qualquer alteração, como mudança de endereço ou de renda, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar ou composição familiar, deve ser comunicada à gestão municipal. E, dependendo das mudanças na situação da família, como, por exemplo, alteração de renda, mortes ou nascimentos, ela pode ter direito a um valor diferente daquele que recebia antes de atualizar o cadastro.Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.

Como realizar o Recadastramento Bolsa Família 2021

Anualmente, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) envia às prefeituras a lista das famílias que precisam atualizar os dados naquele ano.

As prefeituras, por meio da coordenação local do Bolsa Família, são responsáveis por organizar o processo e garantir quer todas as famílias participem do processo. Para apoiar o trabalho das gestões municipais, o MDS repassa recursos a elas por meio do Índice de Gestão descentralizada (IGD).

Continue Reading →

Fundo Garantidor FIES

Todo tipo de empréstimo gera riscos. E com o FIES não é diferente. Mesmo não sendo um programa que entregue o dinheiro em espécie para o candidato pagar o seu curso, como em empréstimos bancários. Ainda assim, o financiamento exige garantias. E o fundo garantidor FIES 2021 é um deles. Destinado a uma parcela dos estudantes o fundo garantidor FIES 2021 já auxiliou na formação de milhares de brasileiros!

Como Funciona o FIES?

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo federal, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC). Por meio dele a mensalidade dos cursos de ensino superior das universidades privadas podem ser pagas a longo prazo. Já que o valor do curso é financiado.

Boleto FIES 2021

Desde 2018 foram anunciadas algumas mudanças no FIES. Como a criação de 3 modalidades que divide o público e os benefícios.

Na primeira categoria, os juros são zeros e oferecidos para aqueles que possuem renda mensal familiar de até 3 salários mínimos por pessoa. As outras duas modalidades são destinadas aos estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos por pessoa. Com juros baixos.

Podem participar da contratação do FIES os candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) a partir de 2010. Com média igual ou superior a 450 pontos na prova. E superior a zero na redação.

O que é o Fundo Garantidor FIES 2021?

Quando se faz um empréstimo, na maioria dos casos o contratante precisa apresentar um fiador. Uma pessoa que se responsabilize pelas parcelas de pagamento, se por ventura o usuário não tiver condições de realizar a quitação. Acontece que em alguns casos, inclusive no FIES, fica difícil achar alguém que aceite o papel de fiador.

✓ FIES 2021 sem ENEM é possível? Veja AQUI!

Por isso, foi criado o Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC). O fundo garantidor do FIES 2021. Que utiliza recursos do governo federal para amparar, principalmente, os estudantes com vulnerabilidade social. Dispensando a presença de um fiador.

São ofertadas em média 100 mil vagas por meio do fundo garantidor do FIES 2021.

Como Utilizar o Fundo Garantidor FIES 2021?

O fundo garantidor FIES 2021 é dedicado principalmente para os estudantes que estão inclusos na primeira modalidade do Novo FIES. Neste caso, os juros são zero. E o estudante só começa a pagar as prestações quando tiver renda compatível com os valores. As parcelas devem ser de 10% da sua renda mensal.

Outra forma de conseguir o benefício é sendo bolsista parcial do Programa Universidade para Todos (PROUNI). E financiando a outra metade do curso.

Lembre-se de verificar se a universidade escolhida é compatível com o programa e aceita o fundo garantidor. Pois, uma parte dos riscos do financiamento fica sendo de responsabilidade da instituição.

Adesão Fundo Garantidor FIES 2021

Para finalmente ter a adesão fundo garantidor FIES 2021 o estudante precisa passar por etapas anteriores. Tudo começa com a inscrição ao FIES 2021. Por meio do site do programa. Se for pré-aprovado o candidato deve finalizar a sua inscrição no portal do SisFIES. Inserindo informações sobre renda, escolaridade e etc.

Se selecionado deve comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Presente nas universidades que aderiram ao programa. No local serão passadas todas as instruções e documentos necessários para que o candidato compareça até o banco credor.

Somente no banco o usuário poderá fazer a adesão fundo garantidor FIES 2021. Apresentando comprovantes que mostrem sua compatibilidade com o benefício. Estas informações podem ser esclarecidas diretamente na universidade. Ou no site no programa caso o candidato seja selecionado.

Continue Reading →

Programa da Receita Federal para imposto de renda

Os cidadãos que vão fazer a declaração do Imposto de Renda para 2021 devem utilizar o programa IRPF 2021 que a Receita Federal disponibiliza em seu site. Esse programa IRPF 2021 deve ser baixado no seu computador. Aprenda como fazer isso aqui!

Fazer a declaração do Imposto de Renda é a hora que muitas pessoas ficam com os cabelos em pé. Antes de você aprender todos esses processos necessários para baixar o programa, é importante que você entenda alguns temas fundamentais.

Malha fina e restituição IRPF são termos que você vai ouvir bastante e todos eles estão ligados ao Imposto de Renda, portanto, acompanhe com atenção.

Vamos entender primeiro o que é o IRPF?

Mesmo que você já esteja acostumado com os inúmeros impostos que deve pagar, é muito importante que você saiba algumas informações importantes sobre eles.

O IRPF ou Imposto de Renda para Pessoa Física nada mais é do que um tributo obrigatório que todas as pessoas físicas devem pagar para o Governo. Esse pagamento é feito anualmente.

O Governo determina um valor de rendimentos mínimos e quem ganhar acima disso deve contribuir. O valor de 2021 ainda não foi determinado, mas em 2018 esse valor foi de R$ 1.903,99, ou seja, quem ganhou acima desse valor teve que fazer a declaração e contribuir para o Governo.

Mesmo que você não entenda como fazer os cálculos sobre esse imposto, não se preocupe, pois o programa IRPF 2021 foi elaborado justamente para te ajudar nessa hora da declaração.

Quem deve declarar e quais são as alíquotas?

Muitas informações sobre o IRPF referentes a 2021 serão divulgadas em breve, então, para isso, será necessário aguardar um pouco mais.

Os valores de rendimentos e de declaração não são fixos durante todos os anos, eles variam, por isso, o valor de um ano nunca será igual ao outro.

Por enquanto, você confere as informações referentes ao ano de 2018. Veja a seguir:

  • Cidadãos que tenham obtido rendimentos de até R$ 1.903,98 não precisam fazer essa declaração. Esses cidadãos são chamados de isentos;
  • Para cidadãos que tenham recebido rendimentos mensais de R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65, a alíquota aplicada nesse caso é de 7,5%;
  • Para cidadãos que tenham recebido rendimentos mensais de R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05, a alíquota aplicada nesse caso é de 15%;
  • Para cidadãos que tenham recebido rendimentos mensais de R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68, a alíquota aplicada nesse caso é de 22,5%;
  • Para cidadãos que tenham recebido rendimentos mensais acima de R$ 4.664,68, a alíquota aplicada nesse caso é de 27,5%.

Ao utilizar o programa IRPF 2021 você não terá tantas dificuldades para preencher as informações, pois ele é bem intuitivo e fácil de mexer.

Afinal, o que significa Malha fina?

A maior preocupação dos cidadãos depois que eles fazem suas declarações utilizando o programa IRPF 2021 é não cair na malha fina.

Esse termo é muito falado, principalmente nesses períodos de declaração, mas você sabe de fato o que significa?

Então, vamos lá!

Malha fina se refere a um processo executado pela Receita Federal onde todas as declarações são minuciosamente conferidas. Existe uma verdadeira investigação para saber se as declarações que os cidadãos fizeram condizem com a verdade sobre seus rendimentos recebidos.

Quem declarou menos do que ganhou, é retido na malha fina e precisa se justificar com a Receita Federal.

Baixar o programa IRPF 2021

Seguindo todas as nossas orientações a seguir, você não terá nenhum problema para baixar o programa IRPF 2021. Veja como é fácil:

  • Acesse esse site;
  • Escolha qual será a forma da sua declaração (computador, dispositivo móvel ou certificado digital) e clique na opção desejada;
  • Na tela que abrir, clique na opção para baixar o programa – caso você tenha clicado em Windows, por exemplo, a tela será a seguinte:
  • Espere a conclusão do download e preencha todas as informações corretamente.

Continue Reading →

Como saber se fui aprovado no ensino superior?

Quando participa do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o candidato pode se inscrever para o Sisu. Este sistema é responsável pelo seu ingresso nas graduações da rede pública, e para garantir a sua vaga é preciso ter boa nota no exame. Mas como saber se fui aprovado pelo Sisu? Confira esta e outras informações sobre o sistema a seguir.

O que é o Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada (SISU) é uma das formas de ingressar em uma graduação através do Enem. Após a sua participação no exame, você pode inscrever a sua nota no programa e concorrer a uma vaga nas melhores instituições de ensino do país.

Vale mencionar que o Sisu é destinado à rede pública de ensino. Para as vagas em uma universidade particular, o sistema responsável é o Programa Universidade Para Todos (Prouni).

Para participar do SISU 2021 é fundamental que você realize a versão mais recente do Enem e esteja de acordo com a modalidade escolhida. O programa dispõe de cotas raciais e socioeconômicas, assim como ampla concorrência. No momento de inscrição você deverá selecionar a sua modalidade de concorrência e duas opções de curso, lembrando que o sistema dará prioridade à primeira.

Como saber se fui aprovado?

Pra garantir o seu ingresso em um curso através do Sisu, é preciso superar a nota de corte determinada pelas vagas disponíveis e a pontuação das pessoas que se candidatarem.

A nota de corte ou ponto de corte, representa a pontuação mínima necessária para entrar em um curso específico. Quando não consegue superar esta nota, o aluno pode se inscrever na lista de aprovados SISU e aguardar a disponibilização de uma vaga.

Para saber se você foi aprovado no Sisu, é preciso acessar a página do participante. Na página você verá o resultado para o primeiro e o segundo curso selecionado no momento de inscrição.

Como funciona a segunda entrada do SISU?

Quem não foi selecionado na primeira entrada na lista regular e na lista de espera, ainda pode tentar a sua vaga no Sisu através da segunda entrada.

O processo de inscrição é basicamente o mesmo. Você irá utilizar o seu login de participante no período devido e escolher novamente duas opções de curso.

As vagas são distribuídas da mesma forma, ou seja, sua nota deverá superar o ponto de corte do curso que você escolheu. Esta segunda entrada do sistema costuma ser menos concorrida e pode ser uma boa opção para você!

Continue Reading →

Educa Mais Brasil é alternativa para alunos que não conseguiram Fies

Desde o começo do ano um assunto tem chamado bastante a atenção de estudantes por todo o Brasil, é o FIES que deu vários problemas e em consequência disso muitos alunos acabaram ficando sem a oportunidade de fazer a contratação do Financiamento e assim conseguir estudar, além disso, muitos alunos não estão conseguindo fazer a renovação e estão à procura de novos meios para conseguir pagar o curso, por isso vamos falar um pouco mais sobre os problemas do fies 2020 e também sobre uma alternativa ao fies, confira.

Fies 2020

Os problemas nos FIES começaram devido a uma mudança em várias regras do Fundo de Financiamento Estudantil, com essas mudanças o portal SisFies teve que passar por uma reformulação completa e acabou ficando um bom tempo fora do ar, fazendo com que muitos alunos não conseguissem concluir as inscrições para o fies 2021.

Fies Educa Mais Brasil

Se você perdeu o prazo ou não conseguiu se inscrever para o FIES devido às novas regras ou ao problema no portal oficial não se preocupe, aqui nós vamos falar sobre um programa que poderá ser a solução de muitos estudantes, é o Educa Mais Brasil, um programa que existe há mais de 11 anos e é uma excelente opção para quem não tem condições de arcar com todos os custos de um curso superior.

Através do Educa Mais Brasil é possível conseguir bolsas de estudo de até 70%, o programa é do Instituto Educar e conta com muitas instituições de ensino parceiras do projeto.

Educa Mais Brasil – Quem pode participar?

Todo mundo que não tem condições de arcar com as despesas total de um curso superior em uma universidade particular que esteja há pelo menos 6 meses sem estudar. O primeiro passo é acessar o site https://www.educamaisbrasil.com.br/ e realizar a inscrição Educa Mais Brasil 2021. O programa mandará um e-mail aprovando sua inscrição e aí é necessário passar por um processo seletivo onde o estudante será aprovado ou não para participar do programa.

Caso seja aprovado é só ir até a instituição escolhida na hora da inscrição e fazer a matrícula, depois de acabar o curso o estudante não estará devendo nada nem para a universidade e nem para o Educa Mais Brasil.

FONTE: https://educamaisbrasil2021.net.br/educa-mais-brasil-2021/ .

Continue Reading →

Cresce interesse por financiamento estudantil

Não é de espantar que muitos estudantes que desejam ser financiados pelo FIES ainda não sabem como ele funciona e quais as novas regras FIES 2021. Para os interessados no financiamento é importante ficar atento já que algumas regras são atualizadas ou adaptadas ao longo dos anos. Conheça as novas regras FIES 2021 a seguir!

Novas Regras FIES 2021

Desenvolvido pelo Governo Federal o FIES possibilita que milhares de jovens continuem tendo acesso ao ensino superior mesmo não tendo condições de pagar. Ou seja, esse programa é destinado para aquelas pessoas sem condições financeiras de continuar pagando seu curso que já está em andamento.

Desde a sua criação, o FIES vem oferecendo aos milhares de jovens de todo Brasil a oportunidade de concluírem sua graduação, sem dor de cabeça e sem medo de parar na metade.

Para realizar a inscrição do FIES, é importante saber as novas regras FIES 2021 e quem pode realizar a inscrição e concorrer ao financiamento, já que nem todas as pessoas que se candidatam, garantem um vaga, já que é necessário está dentro dos requisitos exigidos pelo MEC.

Como funciona o Financiamento de acordo com novas regras FIES 2021

Além de saber as novas regras FIES 2021 é preciso antes de antes de tudo, saber como ele funciona e vamos descobrir agora.

O FIES funciona da seguinte forma: o programa é disponível todos os Brasileiros que se enquadram nas novas regras FIES 2021, que vamos saber daqui a pouco. A vagas que são oferecidas pelo financiamento são limitadas, por isso, são necessárias as regras impostas pelo governo.

Ao longo do curso o estudante financiado pelo programa é necessário pagar a cada trimestre um valor de R$ 150,00 e nada mais. Ao ter seu curso finalizado ele passa 18 meses pagando a taxa de R$ 150,00.

Após o prazo de 18 meses ele começa a devolver para o governo todas as mensalidades que foram pagas, tendo um prazo 3 vezes maior que a duração do seu curso para realizar toda a devolução. Ou seja, caso o seu curso seja de 4 anos, você tem 12 anos para realizar o pagamento integral do valor investido em você.

Quais são as Novas Regras FIES 2021?

As novas regras FIES 2021 ainda não foram atualizadas pelo Governo Federal, sendo assim, as regras que estão em vigor é a do ano vigente, e é importante ficar atento, já que as regras não são modificadas todos os anos.

Taxa de Juros

Existe uma taxa de juros no valor de 6,5% ao ano, e essa taxa é acrescentada todos os anos ao que é pago pelo aluno no final do seu curso. Ao longo dos anos essa taxa foi se adaptando: aumentando e diminuindo, e atualmente ela é de 6,5%.

Renda Familiar Mensal

Atualmente, a renda bruta mensal em que o aluno pode participar é de até 3 salários mínimos por pessoa (renda per capita).

Prioridade de cursos

O FIES prioriza para participação do seu financiamento alunos que irão estudar em cursos de 3 áreas, que para o Governo Federal é necessário para o desenvolvimento do país. São eles: área de saúde, formação de professores e todas as engenharias.

Notas do ENEM

O aluno precisa ter obtido em uma das provas do ENEM a média de no mínimo 450 pontos.

Edição do ENEM

Para o aluno poder participar do FIES é preciso ter participado de uma das edições do ENEM a partir do ano de 2010.

FIES x ProUni

Para aqueles alunos que tem bolsa integral (100%) no ProUni não é possível participar do financiamento. Para aqueles que possuem bolsa parcial (50%) no ProUni é possível solicitar o financiamento do FIES 2021 para completar o pagamento das mensalidades.

Para saber mais informações sobre as inscrições acesse.

Para mais informações, atualizaremos em breve.

Continue Reading →

Objetivos do Exame do INEP na vida do estudante

O Exame Nacional do Ensino Médio organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) é realizado desde o ano de 1998, e tem como objetivo principal analisar e avaliar o desempenho de alunos ao final de seus cursos de educação básica, desta forma é possível trabalhar em melhorias para o nível de escolaridade destes alunos, além disso, o Enem 2020 também atua como uma seleção para cursos de nível superior.

Através do Enem 2019 o estudante poderá ter acesso a vagas em cursos superiores oferecidas por diversas universidades, lembrando que a universidade que utiliza o Enem para seleção de alunos tem total autonomia para utilização dos resultados, ou seja, poderá combina-lo com seus próprios processos seletivos e vestibulares, além disso, os resultados do Exame também são utilizados em programas do Governo Federal como o Prouni.

As provas do Enem 2020 irão ser aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro de 2020, sendo que no primeiro dia o serão abordados temas como ciências humanas e da natureza, neste dia as provas tem início as 13h e a hora limite para entrega das provas é 17h30, no segundo dia de provas serão abordados os temas linguagens e matemática, além da prova de redação, para este dia o horário de início é 13h e o termino se dá as 18h30, lembrando que este horário é o oficial de Brasília, por isso, cuidado caso seu estado tenha diferenças de horário.

De acordo com o Edital, o Gabarito Enem 2020 será divulgado no terceiro dia útil após a realização da prova, ou seja, a partir do dia 07 de novembro, todas as informações serão divulgadas no próprio site do Inep, que conta com um portal exclusivo para divulgação de dados do Enem, abaixo você tem acesso a link com este site e a divulgação do gabarito e dos resultados, fique atento ao modelo de seu caderno, pois existem diferentes cores, não se confunda na hora da consulta do gabarito.

Continue Reading →

Instituição oferece diversos cursos à jovens estudantes

Senai 2021 oferece centenas de cursos que podem ser técnicos, de aperfeiçoamento, cursos livres, educação à distância, graduação, pós-graduação entre outras modalidades.

Os cursos do Senai MG estão distribuídos em unidades ao longo de todo o estado. Confira alguns dos cursos oferecidos pelo Senai MG de acordo com a área:

ARTES

  • A Arte da Fotografia
  • Artesão em Bordado à Mão
  • Bordado com Pedrarias
  • Especialização em Artes Visuais: Cultura e Criação

BELEZA

  • Cabeleireiro
  • Design de Sobrancelha
  • Manicure e Pedicure

COMÉRCIO

  • Aperfeiçoamento para Vendedores de Material de Construção
  • Assistente de Despachante Aduaneiro
  • Auxiliar de Serviços em Comércio Exterior
  • Gestão do Relacionamento com O Cliente

HOSPITALIDADE

  • Bares e Restaurantes: Gestão de Pequenos Negócios
  • Bombons e Trufas
  • Cachaça: Produção, Comercialização e Mercado
  • Camareira em Meios de Hospedagem

Continue Reading →